08.03.2018 Artigos

Lançar uma marca: 7 passos para uma estratégia de sucesso

Por conta da enorme quantidade de informação a que somos expostos a todo momento, as marcas lutam em um mar furioso em busca de um momento de nossa atenção. Marcas que já fazem parte do nosso imaginário enfrentam outros problemas e procuram fortalecer ainda mais seu próprio espaço. Portanto, definir uma estratégia de lançamento da marca, que consiga se conectar aos clientes antes, durante e depois do ato de compra, nunca foi tão relevante.

Neste ambiente complexo, uma vez que construímos uma marca, já possuímos um posicionamento, uma identidade e uma personalidade, o passo seguinte após essas etapas é focar a estratégia de lançamento. Não importa se é o lançamento de um novo produto ou serviço, ou um reposicionamento de marca. Na verdade, não teremos uma marca até que os clientes tenham contato com ela.

Só teremos sucesso, como em qualquer início de comercialização, se seguirmos o passo a passo, entre eles expressar com empatia a proposta de valor da marca para seus consumidores. Lembre-se: Marca é promessa x entrega.

Os 7 passos para lançar uma marca

Alcançar um lançamento bem sucedido da marca envolve, no mínimo, esses 7 passos:

1. Planeje com antecedência

A impaciência é uma grande inimiga em cada lançamento da marca. Após meses de desenvolvimento, não é oportuno lançar no mercado uma marca sem planejamento prévio. Não espere até o último momento, antecipe-se. Um bom planejamento estratégico de negócio, alinhado com o plano estratégico de marca, pode ajudá-lo a se reconectar com os clientes existentes ou entender melhor os novos. Como diria o escritor Aaron Burns, “nunca há uma segunda chance para uma boa primeira impressão”, certifique-se de aproveitar isso.

 2. Identifique seu Público

Este é um passo relevante na estrada para o lançamento. Empatia é o melhor caminho para a conquista, coloque-se no lugar do cliente e investigue seus anseios. Estudar a audiência facilitará a descoberta da melhor maneira de atrair sua atenção efetivamente. Certifique-se de identificar todas as audiências, tanto internas como externas, e priorizá-las de acordo com sua importância para a marca. Determine quais podem exigir um tratamento mais personalizado.

3. Descubra os Pontos de Contato

O número de diferentes maneiras pelas quais o público entra em contato com a marca torna-se extremamente importante. Analisar todos esses canais de contato será fundamental: material corporativo, website, blog, redes sociais, veículos de comunicação, portais, material de vendas, embalagem, sinalização, veículos, uniformes; bem como todos aqueles materiais de comunicação interna e externa… Mais do que de uma perspectiva logística, fazer um mapa da jornada do cliente, para cada um dos públicos de interesse, pode ser de grande ajuda para não encontrar surpresas indesejadas.

4. Balancear os objetivos com o investimento

Estruturar um Plano e definir objetivos específicos é a melhor maneira de avaliar as oportunidades, ao mesmo tempo, necessidades específicas de suporte financeiro para amparar essas ações. Você pode classificá-los por etapas marcadas, no curto, médio ou longo prazo. Isso é importante porque não é aconselhável medir o sucesso apenas no final da jornada, mas em cada uma das etapas ao longo do lançamento.

5. Conceber um plano de comunicação

Uma vez que o público foi identificado, os pontos de contato foram descobertos, os objetivos de investimento definidos, é hora de fazer referência cruzada à informação e projetar um Plano de Comunicação Multi-stakeholder. Segmente o público para que você possa abordar cada perfil da maneira mais oportuna. O Plano tático descreverá uma linha de tempo, o plano de ação definirá uma equipe mestra e um cronograma com as ações e entregas a serem realizadas em cada momento do plano.

6. Crie sua história e mantenha seu tom de voz

O Plano de Comunicação precisa de um conteúdo relevante e verdadeiro. Com base na sua estratégia de marca e, de acordo com a sua personalidade, crie mensagens-chave que podem ser utilizadas com os diferentes públicos e de acordo com as diferentes mídias. Desta forma, você assegurará a consistência das mensagens e a criação da percepção de valor para a marca. Pense em construir uma história coesa para a marca, mas sempre sob os parâmetros de autenticidade e transparência.

7. Inicie de dentro para fora

É crucial iniciar o lançamento da marca de dentro da empresa para fora dela. Os funcionários são os primeiros embaixadores da marca e sentem a marca como eles próprios, eles devem ser o primeiro foco de atenção no lançamento. Somente se eles entenderem o verdadeiro significado da nova marca, serão capazes de vestir a camisa e, com orgulho, dizer que eles são parte desta história. O próprio lançamento interno pode incluir diferentes técnicas, além de uma comunicação simples e direta, fazer um evento exclusivo ajuda a transmitir a experiência da marca, que é fundamental neste momento.

É necessário prestar atenção especial a cada um desses pontos, para garantir que o lançamento seja um sucesso que, pelo menos, garanta o impacto positivo esperado. Paralelamente, o plano de comunicação pode incluir algumas recomendações “provocativas”,  e até mesmo com “venda antecipada/exclusiva”, se a categoria do produto permitir. Mas o mais importante é, sem dúvida, que a estratégia de lançamento não seja tratada como algo isolado, mas como parte de algo maior: a criação e gestão de uma nova marca forte.

VEJA TAMBÉM

A força das siglas no mundo corporativo

Estamos cada vez mais em um mercado de siglas e nomes curtos. Empresas estatais e privadas são {...}

BUSINESS DESIGN para PME ajuda empresas a repensarem seus modelos de negócio.

Vamos otimizar tempo e ir direto ao ponto? O Business Design para PMEs pode ser a solução {...}

Deixe seu comentário!